domingo, 30 de agosto de 2015

O encontro com Jesus

“Todo o encontro com Jesus nos enche de alegria, daquela alegria profunda que só Deus nos pode dar!” (Papa Francisco)

Queridos amigos;
                Todos nós somos chamados a seguir Jesus. O discípulo-missionário traz consigo a alegria de encontrar-se com o Mestre e, com isso, permanecer no seu amor e na sua misericórdia. Esta proximidade com o Senhor nos faz estar “Enraizados e edificados em Cristo, firmes na fé!” (Col 2, 7) e é somente nesta firmeza que nos tornamos missionários autênticos, servidores e testemunhas do Evangelho.
                Porém, vivemos num mundo de desencontros. A tecnologia e o ativismo tiram de nós a possibilidade de estarmos com os outros. A presença virtual nos aproxima de quem está longe e nos distancia daqueles que estão ao nosso redor. Mas é preciso caminhar ao encontro daqueles que sentem sede de um amor verdadeiro, sede “(...) daquela alegria profunda que só Deus nos pode dar!”, daquele sorriso e daquele abraço que manifesta a presença de um Pai que ama.

                Assim, é necessário silenciarmos o nosso coração para encontrarmos com Jesus, seja em sua Palavra, na Eucaristia, nos sacramentos, na vivência eclesial, na proximidade do irmão... Queridos jovens, precisamos vivenciar este amor verdadeiro, vindo de Deus e, a partir daí, ter a coragem de cumprir nossa missão de construtores de um mundo novo, com a ousadia de quem segue aquele que “veio para servir” (cf. Mc 10, 45). 

Gabriel Henrique Silva

TEXTO PUBLICADO NO INFORMATIVO PAROQUIAL "A VOZ DO MÁRTIR" NA COLUNA: 'JUVENTUDE MISSIONÁRIA - COMPROMISSO DIÁRIO COM A MISSÃO', SETEMBRO DE 2015

terça-feira, 28 de julho de 2015

Primeira Missão Jovem

     De 23 a 26 de julho de 2015 aconteceu a Primeira Missão Jovem, realizada pela Juventude Missionária, Infância e Adolescência Missionária e Projeto Dom e Luz da Paróquia do Mártir São Sebastião e Região Pastoral Cristo, Luz dos povos, em Varginha. As atividades aconteceram nas comunidades Epifania do Senhor e Cristo Rei, bairros Carvalhos e Cruzeiro do Sul.
     A missão iniciou-se na quinta-feira com a missa de envio e abertura e prorrogou até o domingo seguinte. Em todos os dias foram feitas visitas domiciliares no bairro Cruzeiro do Sul. Na sexta-feira também tivemos o bate-latas, a caminhada luminosa e a celebração do Lucernário. No sábado ocorreu o encontro com os jovens, oração do terço missionário, Santa Missa e luau missionário. No domingo aconteceu o encontro com as crianças e a missa de encerramento, além das visitas missionárias.
     Para todos os jovens e adultos que participaram foi uma experiência inesquecível. Segundo a jovem Maria Fernanda Cazelato a missão foi muito gratificante e foi ótimo ter participado. "Fico muito feliz por ter levado Deus para as pessoas e espero que continuemos nessa caminhada. Espero que essa seja a primeira de muitas!" ressalta.
      Com o tema "Ide, sem medo, para servir!", a atividade missionária superou as expectativas e colaborou para a participação nas comunidades e para a união e fortalecimento do grupo. Cada um teve a oportunidade de se fazer uma "Igreja em saída" e, com isso, perceber que "A alegria do Evangelho preenche o coração e a vida (...)" (EG). Acreditamos que as sementes foram lançadas e que nos fizemos uma Juventude servidora, evangelizadora e solidária.




































Mais fotos em: facebook.com/jmdomartir

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Missão Jovem

Logo oficial e exclusivo da Missão Jovem das paróquias de Varginha

De 23 a 26 de julho acontecerá, pela primeira vez, a Missão Jovem nos bairros Carvalhos e Cruzeiro do Sul, organizada pelos jovens da Paróquia do Mártir e da Região Pastoral Cristo, Luz dos povos. Durante quatro dias serão realizadas celebrações, visitas nas casas dos moradores e outras atividades com jovens e crianças das comunidades.
O tema, “Ide, sem medo, para servir!”, vem de uma fala do Papa Francisco e está em ligação com a Campanha da Fraternidade deste ano e também com a Campanha Missionária, que será realizada no mês de outubro. É preciso revigorar, a partir de um encontro e uma proximidade com o Cristo, o ardor missionário da Igreja que deve ter Jesus como aquele que nos envia e caminha sempre conosco, assim como fez com os discípulos de Emaús. (cf. Lc 21, 16)

A Missão tem a tarefa de aproximar as pessoas de Deus e levar a elas o seu amor. O missionário deve trazer consigo o maior tesouro que possui: sua fé. Assim como Pedro é preciso dizer: “Não tenho nem ouro nem prata, mas o que tenho eu te dou (...)” (cf. At 3, 6). A alegria do Evangelho deve motivar-nos a sermos, sempre, uma Igreja em saída e, dessa forma,precisamos agir e ser testemunhas do Evangelho em todos os lugares. Contamos com suas orações e com seu apoio.

A LOGO:
O símbolo escolhido para a missão jovem, produzido pela jovem Hellen Bueno, traz a Igreja em estado permanente de missão como foco central.
- O formato redondo nos lembra o globo terrestre, mostrando o caráter além-fronteiras da atividade Missionária, que engloba todo o mundo.
- Em baixo, na parte vermelha, há um CAMINHO, afinal "Missão é partir, caminhar";
- este caminho culmina com um JOVEM, em atitude de alegria e prontidão. É a alegria do Evangelho que preenche o nosso coração e, para a caminhada missionária, é preciso estarmos prontos e disponíveis à ação do ESPÍRITO SANTO.
- O jovem traz consigo a CRUZ. É a partir de JESUS e de seus ensinamentos que a Igreja em saída deve se manter. "Jesus Cristo é a fonte de tudo o que a Igreja é e de tudo o que ela crê. Em sua missão evangelizadora, ela não si comunica a si mesma, mas o Evangelho, a palavra e a presença transformadora de Jesus Cristo, na realidade em que se encontra." (DGAE 2015-2019, 4)

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Mais de 30 mil grupos celebram domingo a 3ª Jornada Nacional da IAM

O Secretariado Nacional da Obra da Infância e Adolescência Missionária (IAM), sediado em Brasília (DF), fez uma intensa mobilização com os grupos de IAM nos estados, dioceses e paróquias do Brasil, para celebração da 3ª Jornada Nacional da Obra. A jornada ocorre neste domingo (31) em mais de 30 mil grupos de IAM em funcionamento no Brasil.
O tema da Jornada Nacional da IAM em 2015 é “IAM da América a serviço da missão na Ásia”, continente que é tema das reflexões deste ano é e simbolizado por meio dos lencinhos de cor amarela, usados pelas crianças.
O lema ''Vocês são meus amigos” (Jo 15,14) é um desdobramento do lema geral da IAM “De todas as crianças e adolescentes do mundo, sempre amigos”. O propósito, segundo o secretário nacional da IAM, padre André Luiz Negreiros é sensibilizar as crianças e adolescentes a apoiar projetos missionários. Os donativos das crianças brasileiras irão apoiar os projetos da Pontifícia Obra da Infância e Adolescência Missionária na América.
A Obra 
Criada na França em 19 de maio de 1843, a Obra da Infância e Adolescência Missionária completou 172 anos de fundação, data que será celebrada nesta 3ª Jornada Nacional. No Brasil a significativa aceitação da metodologia desenvolvida com os grupos de crianças e adolescentes missionários, favoreceu o funcionamento de mais de 30 mil grupos. 

A celebração 
De acordo com padre André Negreiros, a 3ª Jornada Nacional contará com uma celebração especial nas dioceses e paróquias. “Nesta celebração festiva, crianças e adolescentes farão a consagração, durante a coroação de Nossa Senhora, recebendo o lencinho e o escuto da IAM. Em seguida, haverá a  coleta do "Cofrinho Missionário", com a oferta das crianças”. Para melhor motivar a Jornada, o secretariado nacional da IAM, em Brasília, confeccionou cartaz e roteiro para a celebração. O secretário nacional acredita que a celebração fortalecerá o carisma missionário das crianças e adolescentes e irá estimular a formação de novos grupos. 

Cofrinho missionário 
O desejo de que todas as crianças do mundo possam conhecer Jesus e ter vida digna é o que impulsionou, em 1843, o bispo francês dom Carlos Augusto de Forbin-Janson, a fundar esta obra missionária. Seu objetivo é que sejam as próprias crianças que, com suas orações e donativos, ajudem outras crianças em todo o mundo. As crianças e adolescentes da Infância e Adolescência Missionária cooperam materialmente com ofertas que são fruto de seus sacrifícios e se destinam para as obras dedicadas às crianças e para a evangelização. Cada mês, as crianças, com alegria, porque são frutos de seus sacrifícios, entregam uma oferta para as crianças necessitadas do mundo.

As crianças e os adolescentes missionários comprometem-se a"Repartir seus bens com os que têm, mesmo à custa de sacrifícios", conforme o 3º Compromisso da IAM.
Destinação 
O secretário nacional, padre André Negreiro explica que a Obra Pontifícia da Infância e Adolescência Missionária, em âmbito mundial, apoia economicamente centenas de projetos. “São projetos que protegem a vida, tais como centros para crianças órfãs, casas de acolhida para crianças de rua ou assistência de saúde aos recém-nascidos e escolas infantis, estão entre as prioridades”.

Informa ainda que também há projetos que visam a "formação cristã" mediante a construção de salas para o catecismo, edição de publicações religiosas e animação missionária entre as crianças.

O continente que mais recebeu ajuda nas últimas doações foi a África, com 52%, seguido da Ásia, para onde foram destinados 40% dos donativos. A América Latina, onde esta obra pontifícia tem grande popularidade, recebeu também numerosas ajudas, assim como a Oceania.

Padre André ressalta que todo donativo arrecadado no Cofrinho Missionário é destinado, exclusivamente, para as crianças do mundo atendidas pelos projetos da Pontifícia Obra da Infância e Adolescência Missionária. "Todos os anos é publicada uma lista com as ofertas realizadas pelas crianças do Brasil e o destino final dos recursos,” observa.

FONTE: Site das POM - Brasil

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Bispo coadjutor é nomeado para a Diocese da Campanha

O papa Francisco acolheu na quarta-feira, dia 20 de maio de 2015, o pedido de dom Diamantino Prata de Carvalho de poder contar com um bispo coadjutor na diocese de Campanha (MG),foi nomeado para o cargo, dom Pedro Cunha Cruz, transferindo-o da sede titular de “Agbia” e do ofício de auxiliar da arquidiocese do Rio de Janeiro (RJ).
Natural do Rio de Janeiro (RJ), Dom Pedro Cunha nasceu em 16 de junho de 1964. Foi ordenado presbítero em 1990, e bispo, em 2008, sendo nomeado bispo auxiliar da arquidiocese do Rio de Janeiro. Seu lema episcopal é “Servo de Jesus Cristo” (Rm 1,1)

O bispo coadjutor é um bispo titulat da Igreja católica nomeado para ajudar e substituir um bispo ou um prelado no exercício das suas funções com direito a sucessão. Vagando a Sé episcopal, o bispo coadjutor torna-se, imediatamente, o bispo diocesano. 


SAUDAÇÃO DO NOVO BISPO COADJUTOR À DIOCESE DA CAMPANHA – MG

“Apascentai o rebanho de Deus que vos foi confiado, cuidando dele. A paz esteja com todos vós os que estais em Cristo” (1 Pd 5, 2.14).
Ao tomar conhecimento de minha nomeação e publicação, pelo papa Francisco, como bispo coadjutor da Diocese da Campanha, no sul do estado de Minas Gerais, meu coração encheu-se de alegria e gratidão para com Deus, que faz seu Espírito soprar aonde quer e sobre quem Ele quer. É a paternidade de Deus que, com sua misericórdia e força, nos envia em missão. Recordamos assim, o Cristo Bom Pastor que serve e oferece na sua vida pelo rebanho.

Dirijo minha fraternal saudação aos irmãos irmãs no episcopado do Regional Leste 2, da Província Eclesiástica de Pouso Alegre e, de modo muito especial, a Dom Diamantino Prata de Carvalho, Bispo Diocesano; aos presbíteros, diáconos, religiosas e consagrados, as lideranças leigas e a todos os fiéis da Diocese da Campanha. Diocese esta, marcada por suas belezas naturais e forte religiosidade de seu povo.
Saúdo também as autoridades governamentais que cuidam do atendimento do bem comum de todo vasto território da Diocese da Campanha nos seus inúmeros municípios.Assim como a todos os seguimentos sociais que servem e edificam a sociedade Sul Mineira, de forma cívica e democrática.
Por fim, para tornar esta missão apostólica mais frutuosa, invoco as luzes do Espírito Santo, com fé e esperança, a proteção materna da Virgem Maria, o patrocínio de São José, seu esposo e a oração de todo o rebanho diocesano campanhense. Até breve.

Saudações em Cristo.
Dom Pedro Cunha Cruz
Rio de Janeiro, 20 de maio de 2015

terça-feira, 19 de maio de 2015

Terço Missionário

O rosário missionário consta de cinco dezenas de cores diferentes: cada cor representa um continente. Nós, que conhecemos esta mensagem de salvação, somos chamados a partilhá-la com quem ainda a não conhece.
É importante que cada um, na Igreja, se sinta missionário, isto é, co-responsável pelo anúncio do Evangelho, porque Jesus confiou o seu projeto de salvação em nossas mãos.
Estamos todos comprometidos neste anúncio e cada um é chamado a fazer a sua própria tarefa. A oração pelo mundo inteiro é um modo de expressar o nosso compromisso na evangelização.
1.ª DEZENA: rezemos pela ÁFRICA - verde
Reza-se pela África – cor verde, recordando suas imensas florestas verdes, seus conflitos, violências e toda sorte de sofrimentos e também a esperança do crescimento da fé, graças á presença e ação evangelizadora de tantos missionários e missionárias. A Igreja africana é jovem, dinâmica, cheia de vitalidade e de grandes esperanças para o futuro, apesar dos conflitos e contradições ali existentes. A Igreja coloca na África as suas esperanças devido ao entusiasmo com o qual suas populações acolhem a mensagem do Evangelho.
2.ª DEZENA: rezemos pelas AMÉRICAS – Vermelho
Reza-se pelas Américas – cor vermelha, por causa da cor da pele dos primeiros habitantes, os índios, os “pele vermelhas”. também, a terra vermelha por causa do sangue derramado por estes povos na época das conquistas e pelos mártires de ontem e de hoje. O continente americano conta com o maior número de católicos de todo o mundo. No entanto, à um continente com enormes desigualdades sociais onde se faz urgente a ação missionária e profética da Igreja, no anúncio da justiça e da solidariedade..
3.ª DEZENA: rezemos pela EUROPA – Branco
Reza-se pela Europa – cor branca, ligada ,só raças brancas e por causa da presença do Papa, Mensageiro da Paz, o grande missionário do mundo. Foi da Europa que partiram boa parte dos missionários(as) para todos os continentes. Contudo, ainda há muito que fazer.
4.ª DEZENA: rezemos pela OCEANIA – azul
Reza-se pela Oceania – cor azul que lembra sua formação pelas inúmeras ilhas cercadas pelas águas azuis de seus mares. Este Continente necessita de missionários(as), mas que já envia seus evangelizadores, inclusive para nosso Brasil.
5.ª DEZENA: rezemos pela ÁSIA – amarelo
Reza-se pela Ásia – cor amarela, das raças amarelas, berço das antigas civilizações, culturas e religiões. Na Ásia encontra-se mais da metade da população do planeta e a menor porcentagem de cristãos. Suas populações vivem os extremos da riqueza e da pobreza. Mesmo com os avanços da tecnologia, continuam existir áreas de pobreza absoluta.

Fonte: http://www.apostoladobrasileiro.com/terco-missionario-rezemos-este-mes-pelo-mundo/  (ADAPTADO)